Portal Namazonia - Completo pra você

Sábado, 21 de maio de 2022
MENU

Agro

Idam e Sebrae realizam cursos de beneficiamento de pescado para produção de linguiça e fishburguer

Capacitações acontecem em Rio Preto da Eva, durante programação das Feiras da Laranja e da Piscicultura

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Para agregar valor ao tambaqui produzido no Amazonas e apresentá-lo ao consumidor nas mais variadas formas, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) estão realizando, nesta terça (26/10) e quarta-feira (27/10), os cursos de retirada de espinha e beneficiamento do pescado para produção de linguiça e fishburguer.

 

As atividades contam com apoio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) e acontecem na AM-010, Km 57, em Rio Preto da Eva, durante a programação das Feiras da Laranja e Piscicultura.

 

De acordo com a analista técnica do Sebrae, Jeane Soeiro, o trabalho junto dos parceiros, Idam e Sepror, possibilita que o atendimento chegue mais completo ao produtor rural.

 

“O Sebrae está tão perto das feiras e do produtor, porque entende que para o produtor a sua propriedade é o seu negócio. Por isso, a ideia de levar tecnologias e inovações, a exemplo dessa oficina de beneficiamento do pescado. Hoje, os clientes não querem ter trabalho para tirar espinhas de peixe, e sim facilidades”, pontuou Jeane.

 

Para o piscicultor Raimundo Oliveira, de 62 anos, que trabalha há dez anos com a criação de peixes, os cursos foram essenciais para gerar conhecimento e oportunidade de renda para os pequenos produtores de Rio Preto da Eva.

 

“Os produtores terão uma subida na produção porque irão angariar fundos com isso. Um peixe que a gente vendia sempre in natura, e se não tivéssemos venda, iríamos ficar com o peixe. Hoje não, graças a esses cursos, que Deus manda através do Idam, nós vamos ter peixe sem espinha no mercado, linguiça e outros derivados”, disse Raimundo.

 

Assistência técnica – O Idam apoia o produtor em todas as etapas de produção do pescado.

 

“Os piscicultores de Rio Preto da Eva recebem assistência técnica desde a parte inicial da atividade, que é a regularização ambiental. Assim como o acompanhamento técnico que envolve projeto de ciclo produtivo, estocagem de peixes, em que é preciso determinar quantos peixes cabem em uma área. Além do recebimento de alevinos e controle da qualidade da água. Ou seja, todo o acompanhamento do ciclo de produção”, explicou Daniel Borges, engenheiro de pesca e gerente de Aquicultura e Pesca do Idam.

 

Produção – Presente na culinária amazonense, o tambaqui é a espécie mais produzida no Amazonas na modalidade tanque escavado (viveiros de peixes). Conforme dados do último levantamento do Idam (2020), a produção de tambaqui oriunda da piscicultura (criação de peixes) registrou uma produção de 20 mil toneladas, representando 95% da produção do estado.

Créditos (Imagem de capa): Analu Vieira/Idam

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )