Portal Namazonia - Completo pra você

Terça, 16 de agosto de 2022
MENU

Amazonas

Consulta do benefício da gratuidade do transporte está disponível no portal do estudante

O serviço irá facilitar e beneficiar os estudantes que ainda têm dúvidas se o benefício já foi concedido

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os estudantes de Manaus já podem consultar se estão aptos a usar a gratuidade no sistema de transporte público da cidade. A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), disponibilizou um acesso rápido no site https://estudantes.manaus.am.gov.br/, para que os alunos verifiquem seu cadastro. O serviço irá facilitar e beneficiar os estudantes que ainda têm dúvidas se o benefício já foi concedido.

Localizado na página inicial do site, o botão “Consulte seu cadastro” está na parte direita inferior e leva à outra página com o serviço “Verificação de Status de Gratuidade Estudantil”, em que os estudantes devem informar o número do CPF e a data de nascimento para fazer a consulta. 

Ao acessar a página dos serviços, os estudantes poderão saber quando o saldo está disponível, assim como se informar sobre quantos créditos da gratuidade estão disponíveis e quantos já foram utilizados no mês. O chefe da Divisão da Tecnologia da Informação do IMMU, Jorge Eduardo Penedo, explicou o funcionamento do serviço. “O objetivo do botão ‘Consulte seu cadastro’ é permitir que o aluno consulte o cadastro para saber se está apto para o benefício da gratuidade e também solicitar créditos mensais. Ainda no site há o botão ‘Faça seu cadastro’ onde é possível solicitar o cartão Passa Fácil ou recuperar a senha de acesso”, destacou. 

Funcionamento Com o Passe Livre Estudantil, são fornecidas até 44 passagens mensais, não cumulativas, proporcionais ao número de dias letivos de presença exigida nas instituições de ensino. A escola frequentada pelo estudante deverá se localizar dentro do município de Manaus, sendo que a distância entre os endereços da escola e da residência do estudante não poderá ser inferior a 1 quilômetro. Em caso de a cota mensal ser integralmente utilizada, o estudante que necessitar utilizar o transporte coletivo pagará o valor correspondente à metade da tarifa pública básica, por meio de recarga eletrônica de seu cartão, limitadas a 16 passagens adicionais mensais. 

Os estudantes que estão com problemas no cadastro devem procurar a escola na qual estão matriculados e atualizar os dados para que sejam enviados ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), para a liberação.

Fonte/Créditos: Álisson Castro / IMMU

Créditos (Imagem de capa): Sidney Mendonça / IMMU

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )